sábado, 23 de maio de 2015

TODA MENTIRA


Tudo é mentira
desde aqueles beijos
a sua história tão linda
a vida que me prometeu

Tudo foi mentira
debaixo daqueles lençóis
quando me chamava de amor
e me fazia sonhar com dias felizes

Toda a mentira
que me iludiu em versos
e que me fez acreditar
nas levezas das tardes de domingo
hoje são apenas lápides
nesse frio que se estende por meus dedos
nessa lágrima que fere o rosto

Cada mentira 
que lindamente
seus lábios tão doces pronunciaram
eram semente de ilusão a minh'alma
e eu descrente de minhas verdades
abraçava cada instante ao seu lado
por simplesmente 
lhe amar

Agora,
nessa certeza de finitude
dobro-me sobre a cruel realidade
da solidão.

E o que me resta são essas raízes
e um inverno pela frente.

De suas mentiras,
a mais sublime foi
quando olhando em meus olhos
disse que me amava.

quarta-feira, 6 de maio de 2015

EU TENTO NÃO LHE AMAR



Um dia a mais
Todos os dias
Eu tento me resgatar

Levanto
Ouço o relógio
E tento suportar

Todos os dias
Em mais um dia
Eu tento não lhe amar

É complicado
Os pés não querem
Escrever o meu caminhar

Então
Quando me vejo só
É você que está a me assombrar

Mais um dia
De todos os dias
Eu tento não lhe amar

O amor acontece
Na poesia minha
De cada despertar

Suporto
Cada dia de minha vida
Na esperança de não mais lhe amar

E o amo tanto
E sofro tanto
Por você me desprezar

Todos os dias
Em mais um dia
Eu tento não lhe amar.