quarta-feira, 23 de maio de 2018

POR QUÊ?



Não me deixe...
pedi tanto que não fizesse isso
Supliquei para que a Lua não fosse indiferente
mas o destino quis assim
e você seguiu seu caminho
uma jornada de alegrias e felicidades
e eu fiquei aqui
segurando os pedaços do que restou de mim

Não me deixe...
mas não adiantou
você quis conhecer outros olhos
ver outros sorrisos
e se distanciou levando o Sol
e o que me prometera
em dias de luz
assassinou minhas manhãs

Não me deixe...
aqui estou sozinho novamente
nesse infinito pesar
onde não sei ver mais as estrelas
nem sei como suporto tanta dor
mas há de passar
e irão lembrar de mim
quando eu não estiver mais aqui

Não me deixe...
não sabe que amo demais você?
mas você fez suas escolhas
e agora só me resta sobreviver a essa tormenta
e seguir em frente
sem você
mas com você no meu coração
porque para mim é para sempre.

SOZINHO



SOZINHO

SEMPRE 

ESTIVE

ACREDITEI

POR 

UM 

MOMENTO

NÃO 

ESTAR

mas ele deixou ser o que era

SOZINHO

ESTOU



VER 



ÁRVORE.

EU VOU SAIR



Primeiro você semeia um pingo
depois mais dois e três
até vir o clarão

O barulho ensurdecedor não tarda
Escurece suas letras
Enrijece a intenção

O que era simples complica
o que era bom deixa de ser
e sem demora você diz adeus

Cai a tempestade por fim
arrasa tudo com fúria e destemor
e me precipita no caos

Desgasta e me testa
Maltrata e desmerece
devasta e condena

Assim é o que você faz:
tempestade dentro de mim
para poder sorrir e se divertir

Vai ser assim
até eu dizer
que chegou o fim.

CIÚMES



O temor que me toma
nesse exato momento
vem de fora não de dentro
apertando o coração

Aquele que tanto amo
festeja alegremente
e eu vejo somente
o que reluz em sua mão

Como dói ver você
todo risonho e feliz
e ainda audaz me diz
que foi nada não

Mas tempo há de passar
e logo em meus braços
num longo e apertado abraço
passará a solidão.

sexta-feira, 18 de maio de 2018

ME PEDIU UM TEMPO



Um tempo foi pedido
Um tempo foi concedido
Um tempo de pura DOR
Um tempo que me destroçou

Aproveitei o tempo
Foi bom... foi único

E na sexta a noite
de um fim de semana de festa e carnaval
Aquele que amo
fez de tudo
e pediu um tempo

E quem amou?
É a Irlanda!
É a euforia!
É vida a viver!

Sem alianças
Sem compromissos
Sem o miocárdio a bater

O tempo dado apaga
os passos
as lembranças
o amanhecer
Resta agora o tempo passar

Para que a ferida aberta possa cicatrizar
novamente

Mas fica
aqui registrado
Amei!
Amo!
Amarei!
Seja o tempo que for.

ANGÚSTIA



Antes fosse leve
fosse feita de suspiros
o recheada de pétalas de flores
mas não é

É fruto da tormenta
com tortura de silêncios
feita de lâminas frias
a fatiar sua imaginação

Não tem por onde ir
não há como esconder
nem sorrir ao acaso
sendo frágeis os batimentos de seu coração

Lástimas são lanças
infinitas dores fazem padecer
aflito ser que sofre
deseja o fenecer.

quinta-feira, 17 de maio de 2018

Euteamo



As pessoas dizem euteamo com frequência.  Dizem como se diz bom dia ou Olá. Eu digo porquê  vem de minha essência. Digo porquê é o sentimento mais extraordinário que já senti por alguém. Por isso eu digo a você meu amor: EUTEAMO. Esteja você fazendo o que for, no lugar que for e quando for. E é a mais pura verdade que vem de mim.

Opulência



Em letras garrafais
Gordas e honestas
Belas e opulentas
Escrevo meu destino

Não sou mais o mesmo
Daqueles dias tão mórbidos
Sou agora quem o vento beija
trazem-me lembranças

Imenso ainda sou
Em porte e coração
Amor tenho de sobra
Por aquele que sempre sonhei

Ah grandiosidade minha
no ato de amar sem limites
rechonchudos passos
dos quais levo a vida

Amo amplamente
Os dias bem-vindos
Junto para sempre
da jornada que amo.

quarta-feira, 16 de maio de 2018

SILÊNCIO



Há um silêncio
que se estende
na ausência 
de suas palavras

Com ele vem
os dias sombrios
os suspiros
e as lágrimas

Quando há esse frio
com gosto de indiferença
o coração meu
somente seu
chora

Onde está você
que tanto amo
diz me sempre
principalmente
agora

Oh vida minha
razão do meu viver
Não me deixe 
no vazio

Aqui sofro
amargamente
neste vale
tão sombrio

Eu preciso 
do seu euteamo
para poder
O Sol ascender

E novamente
a jornada
seguir
e viver.


terça-feira, 15 de maio de 2018

AMORA



O  riacho 
corre e
alisa
as pedras
da beira

leva vida
folhas 
e a flor
da amoreira

Cálidas
pétalas
tão puras
levadas
inteiras

Meu coração
testado
apertado
amando
como queira

Tão longe
o riacho leva
a flor
a vida
pela ribanceira

E eu
amora
amo
Jonas
a Vida inteira.